Educação/
-------- PUBLICIDADE --------
Mundo Animal Barra venc dia 04



5 de janeiro de 2021
Educação

Inscrições do Fies vão de 26 até 29 de janeiro de 2021

Foto: Agência Brasil

O Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) vai oferecer 93 mil vagas em 2021. Com isso, o aporte financeiro do Ministério da Educação (MEC) será de R$ 500 milhões para viabilizar as vagas. Esses números estão no Plano Trienal do Fundo de Financiamento Estudantil, publicado no último dia de dezembro. O plano traz a previsão para os próximos três anos. Nesse período, serão ofertadas, no total, 279 mil vagas. De acordo com informações da Agência Brasil, o período de inscrições para o processo seletivo do Fies para o 1º semestre de 2021 é do dia 26 até as 23h59 de 29 de janeiro de 2021. O resultado será divulgado no dia 2 de fevereiro. Para os pré-selecionados em chamada única, o prazo para complementar a inscrição é de 3 a 5 de fevereiro. Os candidatos não pré-selecionados na chamada única do Fies podem disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. Todos os não pré-selecionados na chamada única serão, automaticamente, incluídos na lista de espera. A convocação por meio da lista de espera ocorrerá de 3 de fevereiro até o dia 18 de março de 2021.


4 de janeiro de 2021
Educação

Enem: Cartão de confirmação estará disponível em 5 de janeiro

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizará, a partir do dia 5 de janeiro de 2021, o Cartão de Confirmação de Inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Entre outras informações, o cartão contém número de inscrição, data, hora e local do exame. O documento poderá ser acessado na Página do Participante. O cartão também registra que o participante deve contar com determinado atendimento especializado, assim como tratamento pelo nome social, caso essas solicitações tenham sido feitas e aprovadas. Apesar de não ser obrigatório, o Inep recomenda que o participante leve o documento nos dias de aplicação. As provas do Enem 2020 ocorrerão nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 (versão impressa) e em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 (versão digital). Ao todo, 5.783.357 inscrições foram confirmadas.


Tags:
22 de dezembro de 2020
Educação

Já está disponível o Edital do Fies para o 1º semestre de 2021

Ministério da Educação (MEC) publicou o Edital do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 1º/2021, no Diário Oficial da União (DOU). Para o 1º semestre, o Fies não contará com as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020. Dessa forma, poderão participar os candidatos que obtiveram média mínima de 450 pontos e nota acima de zero na redação dos exames de 2010 a 2019. As inscrições estarão abertas do dia 26 a 29 de janeiro. Já os resultados estarão disponíveis a partir do dia 2 de fevereiro de 2021. O candidato que não for convocado na chamada única regular já estará automaticamente na lista de espera. A complementação da inscrição dos pré-selecionados em chamada única vai de 3 a 5 de fevereiro e a convocação por meio da lista de espera de 3 a 18 de março de 2021. O candidato interessado deverá fazer o cadastro, exclusivamente, pela internet, por meio do sistema de seleção do Fies, FiesSeleção. O sistema ficará disponível no período de inscrição. Ao efetuar o cadastro, o candidato poderá escolher até três opções de cursos, instituições e turnos por ordem de preferência.


3 de dezembro de 2020
Educação

MEC determina volta às aulas presenciais a partir de janeiro

Foto: Agência Brasil

O Diário Oficial da União publica, nesta quarta-feira (2), portaria do Ministério da Educação (MEC), determinando que instituições federais de ensino superior voltem às aulas presenciais, a partir de 4 de janeiro de 2021. Para isso, as instituições devem adotar um “protocolo de biossegurança”, definido na Portaria MEC nº 572, de 1º de julho de 2020, contra a propagação do novo coronavírus (covid-19). De acordo com informações da Agência Brasil, o documento estabelece ainda a adoção de recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios convencionais, que deverão ser “utilizados de forma complementar, em caráter excepcional, para integralização da carga horária das atividades pedagógicas”. O texto da portaria diz, também, que as “práticas profissionais de estágios ou as que exijam laboratórios especializados, a aplicação da excepcionalidade”, devem obedecer às Diretrizes Nacionais Curriculares aprovadas pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), “ficando vedada a aplicação da excepcionalidade aos cursos que não estejam disciplinados pelo CNE”. O documento estabelece que, especificamente para o curso de medicina, “fica autorizada a excepcionalidade apenas às disciplinas teórico-cognitivas do primeiro ao quarto ano do curso, conforme disciplinado pelo CNE”.


Tags:
26 de novembro de 2020
Educação

Enem: Candidatos com coronavírus terão nova chance de fazer o exame

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Com as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 marcadas para o próximo mês de janeiro, os candidatos que forem diagnosticados com Covid-19 ou alguma outra doença infectocontagiosa e, portanto, não puderem comparecer ao teste, terão uma nova chance. “Pela primeira vez, os participantes terão a possibilidade de avisar, até um dia antes do exame, que estão com uma doença infectocontagiosa. Essa é uma novidade muito importante e muito boa para os participantes”, ressalta o presidente substituto do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Camilo Mussi. O edital do Enem detalha que as doenças infectocontagiosas consideradas para fins de reaplicação do Enem 2020 são coqueluche, difteria, doença invasiva por Iaemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, varicela e Covid-19. Para a edição de 2020, o Enem teve mais de 5,7 milhões de inscrições confirmadas. As provas na versão impressa estão marcadas para os dias 17 e 24 de janeiro de 2021. A versão digital ocorre em 31 de janeiro e 7 de fevereiro. Aqueles participantes que identificarem que possuem uma doença infectocontagiosa até a data anterior a da prova, deverão acessar a Página do Participante e enviar o laudo médico que comprova a doença. E se confirmar a doença no dia, deverá ligar para a central de atendimento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e comunicar a doença até um dia antes da data da prova. O número é 0800 616161 e a ligação é gratuita. As provas serão reaplicadas no fim de fevereiro.


Tags:
18 de novembro de 2020
Bahia

Estão abertas as inscrições para vagas do Universidade Para Todos

Foto: Cindi Rios/UPT-Uneb

As 12 mil vagas gratuitas de preparação para o ingresso no ensino superior, por meio do programa Universidade Para Todos (UPT), estão disponíveis a partir desta terça-feira (17). O edital do programa foi lançado em uma videoconferência realizada pelo canal do Youtube do Instituto Anísio Teixeira. Podem participar os estudantes que estão terminando o ensino médio ou profissionalizante na Rede Pública. A preparação é desenvolvida em parceria com as universidades públicas Uneb, Uefs, Uesb, Uesc e Ufrb, com o objetivo de contribuir para o acesso de estudantes ao Ensino Superior. O edital, com o manual de instruções e o passo a passo para a inscrição, pode ser acessado no site do Programa. As dúvidas podem ser esclarecidas através do email upt@educação.ba.gov.br ou ainda por telefone, pelo 0800-2858000.


28 de outubro de 2020
Educação

Fies: Estão abertas as inscrições para as vagas remanescentes

As inscrições para cerca de 50 mil vagas remanescentes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para o 2º semestre de 2020 começam nesta segunda-feira (26). As vagas remanescentes são aquelas não preenchidas nas edições de 2020 dos processos seletivos regulares do Fies. Nos dois primeiros dias de inscrição, do dia 26 a 27 de outubro, a oferta é exclusiva para os cursos de áreas do conhecimento prioritárias, como os cursos de saúde, engenharias, licenciaturas e ciência da computação. O prazo de inscrição para os candidatos não matriculados em instituição de educação superior será encerrado às 23h59 do dia 3 de novembro. Para aqueles que buscam uma oportunidade para financiar a continuidade dos estudos e já estão matriculados em curso, turno e instituição para o qual deseja se inscrever, o prazo de inscrição é maior. Eles terão até o dia 27 de novembro para se inscrever. As inscrições serão realizadas pela internet, exclusivamente, na página do Fies http://fies.mec.gov.br/ .


Tags:
28 de outubro de 2020
Bahia

Estudantes começam a utilizar a quarta parcela do vale-alimentação

Foto: Elói Corrêa/GOVBA

Pela quarta vez, desde que começou a pandemia por conta do novo coronavírus, o governo estadual liberou R$ 44 milhões para garantir um vale-alimentação estudantil no valor de R$ 55 aos cerca de 800 mil alunos da rede pública de ensino baiana. O valor foi disponibilizado no cartão dos estudantes nesta segunda-feira (26) e somente pode ser utilizado na compra de produtos do gênero alimentício, a exemplo de feijão, arroz, macarrão, carne, frutas, verduras e café. Para ter acesso à quarta parcela, o aluno ou o responsável devem usar o mesmo cartão Alelo que foi utilizado anteriormente e é aceito em mais de 18 mil estabelecimentos espalhados pela Bahia. “A quarta parcela segue os mesmos moldes das outras três. Os estudantes já possuem o cartão e as regras são as mesmas. Caso haja algum problema para efetuar o pagamento, o estudante pode entrar em contato com o número fornecido no verso do cartão e, se o problema persistir, ele pode ir diretamente à escola em que estuda”, explica o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues. Em caso de dúvidas, o estudante pode entrar em contato com a escola onde está matriculado. A secretaria também disponibiliza os canais da Ouvidoria pelo 0800 284 0011, pelo e-mail ouvidoria@educacao.ba.gov ou pelo Fale com a Ouvidoria, disponível no Portal da Educação.


23 de outubro de 2020
Educação

Enem: Órgãos de segurança e logística atuarão na aplicação da prova

A

Faltam cerca de três meses para a aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, mas o planejamento de segurança e logística já começou. Afinal, são 5,7 milhões de inscritos que vão fazer o teste em mais de 1,7 mil municípios. As estratégias da Operação Enem 2020, que envolve o planejamento da distribuição das provas, a avaliação de riscos e a garantia de segurança para a realização do exame, foram debatidas em um encontro técnico no último dia 21. O encontro teve a participação de representantes do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do exame, dos Correios, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e das forças de segurança de 26 estados e do Distrito Federal. “A Operação Enem 2020 atualmente conta com mais de 5,7 milhões de inscritos em 1.700 municípios, com aproximadamente 70 mil operadores de segurança pública engajados no certame”, explicou o coordenador-geral de planejamento operacional da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Fernando de Sousa Oliveira. Segundo Oliveira, a Polícia Federal será responsável pela inteligência e prevenção de possíveis fraudes. Já as Polícias Civil, Militar e Guardas Municipais, ficarão com o apoio logístico e reforço aos pontos de prova.Por fim, o Exército Brasileiro é responsável pela guarda das provas e a Polícia Rodoviária Federal pelo transporte dos testes pelas rodovias federais. Neste ano, os representantes dos estados e do Distrito Federal poderão acompanhar, em tempo real, as ações da operação por meio de uma plataforma.


1 de outubro de 2020
Brasil

Justiça autoriza volta às aulas nas escolas particulares no Rio

Foto: Reprodução

As escolas privadas do município do Rio de Janeiro podem retornar às aulas a partir de hoje (1º). A decisão é da 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça (TJ), anunciada hoje (30). Os desembargadores julgaram recurso do município do Rio. De acordo com informações da Agência Brasil, a prefeitura se manifestou sobre a decisão do TJ, dizendo que, de acordo com a Subsecretaria de Vigilância Sanitária e o Comitê Científico, as escolas privadas têm condições sanitárias de voltar às aulas, se assim quiserem. O Sindicato dos Professores do Município do Rio de Janeiro e Região (Sinpro-Rio) também se posicionou em nota, lembrando que a categoria está em greve e que a questão será debatida em assembleia geral, no próximo sábado (3).  Segundo o Sindicato dos Estabelecimentos de Educação Básica do Rio de Janeiro (Sinepe-Rio), a rede privada no município do Rio representa 481.369 matrículas na educação básica, com 2.031 estabelecimentos e 27.820 docentes.