Tag: Acidentes/
-------- PUBLICIDADE --------
Mundo Animal Barra venc dia 04



26 de agosto de 2020
Bahia

Sargento do 17¬ļ GBM d√° dicas para evitar acidentes quando do derramamento de √≥leo em vias

Foto: Divulgação

Depois de atuar em um derramamento de √≥leo em um trecho da BR-242, em Barreiras, na tarde de segunda-feira (24), um sargento do 17¬ļ Grupamento de Bombeiros Militar (17¬ļ GBM/Barreiras) deu dicas importantes sobre a condu√ß√£o de ve√≠culos diante de ocorr√™ncias do tipo. De acordo com o sargento BM Ericson Andr√©, h√° pelo menos duas situa√ß√Ķes distintas que exigem do condutor posturas diferentes. ‚ÄúAntes de entrar na mancha de √≥leo, ainda na parte seca, caso n√£o seja poss√≠vel buscar uma via alternativa, o ideal √© frear gradualmente e diminuir a velocidade. Do contr√°rio, se o condutor for surpreendido e n√£o tiver mais o que fazer, √© importante manter a velocidade do ve√≠culo, sem pisar em nenhum pedal, mas com o carro engrenado‚ÄĚ, explica o sargento.¬† O sargento tamb√©m orienta que o condutor n√£o deve usar os freios na pista molhada, j√° que o l√≠quido √© viscoso e pode fazer com que os pneus percam a ader√™ncia ao solo. ‚ÄúA orienta√ß√£o √© segurar firme ao volante, com as duas m√£os, mantendo as rodas do carro retas. Se o ve√≠culo jogar pro lado, n√£o adianta tentar consertar, porque o carro fica solto, correndo o risco de rodar na pista‚ÄĚ, continua o bombeiro. O militar tamb√©m recomenda que √© prudente informar aos outros condutores, por meio do pisca alerta ou sinal de luz, e avisar imediatamente a autoridade competente para evitar acidentes.


18 de maio de 2020
Notícias

Com obras licitadas, BA-142 permanece sem previsão de recuperação, em situação precária e oferecendo risco aos condutores de veículos

Informe Barra

Foto: Informe Barra

Recentemente, foi publicado no Diário Oficial do Estado da Bahia (DOE) a empresa que realizaria as obras de recuperação e manutenção da BA-142, trechos que vão do entrocamento da BA-245, em Itaetê, até o entroncamento da BR-242, em Andaraí, e sobe para Mucugê até Barra da Estiva. Conforme dados do governo estadual, via Secretaria Estadual de Infraestrutura (Seinfra), as obras irão contemplar os trechos que passam pelo distrito de Sussuarana, em Tanhaçu.

Foto: Informe Barra

A informa√ß√£o deixou esperan√ßosas as comunidades que dependem destes trechos para o tr√°fego di√°rio ‚Äď principalmente para tratamentos de sa√ļde, e ainda as empresas que dependem desta malha vi√°ria para o escoamento de produtos agr√≠colas e tantos outros materiais. No entanto, as obras n√£o tiveram in√≠cio e h√° trechos onde a trafegabilidade est√° completamente comprometida, podendo causar graves acidentes, como √© o caso do trecho entre Sussuarana a Itua√ßu. S√£o muitos buracos ao longo da via e facilmente se encontra um ve√≠culo quebrado as margens do trecho, devido aos impactos. A situa√ß√£o fica ainda pior a noite, quando a visibilidade √© menor, comprometendo a seguran√ßa daqueles que precisam utilizar o trecho. N√£o h√° previs√£o para o inicio das oras de recupera√ß√£o da rodovia.

Foto: Informe Barra


22 de abril de 2019
Brasil

PRF registra queda de 50% no n√ļmero de mortes durante feriado

Foto: Divulgação

A Opera√ß√£o Semana Santa 2019 registrou redu√ß√£o de 50% no n√ļmero de mortes nas rodovias federais em compara√ß√£o com o ano passado. Houve queda tamb√©m no n√ļmero de acidentes. O balan√ßo foi divulgado hoje (22) pela Pol√≠cia Rodovi√°ria Federal. A opera√ß√£o come√ßou na quinta-feira (18) e foi encerrada √† meia noite de ontem (21).

Nos quatro dias de opera√ß√£o, duas pessoas perderam a vida nas rodovias federais. Em 2018, foram quatro mortes. As duas mortes envolveram motociclistas na BR-101. Foram registrados 95 acidentes com 123 feridos. Na compara√ß√£o com o ano passado, esses n√ļmeros representam redu√ß√£o de 25% no n√ļmero de acidentes e aumento de 4% no de feridos. Em 2018, foram registrados 127 acidentes com 118 feridos.

De acordo com a Pol√≠cia Rodovi√°ria Federal, a queda no n√ļmero de acidentes e v√≠timas pode ser atribu√≠da √† estrat√©gia de fiscaliza√ß√£o nos pontos e hor√°rios mais cr√≠ticos de acidentes, combinada com a maior conscientiza√ß√£o dos motoristas.


Tags:
4 de fevereiro de 2019
Bahia

Acidentes em estradas federais da Bahia deixaram 453 mortos em 2018

Foto: Informe Barra

Os acidentes em estradas federais que cortam a Bahia deixaram 453 mortos no ano de 2018. O n√ļmero √© o mais baixo dos √ļltimos 18 anos, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira (4) pela Pol√≠cia Rodovi√°ria Federal (PRF). O balan√ßo leva em considera√ß√£o apenas os √≥bitos ocorridos nos locais dos acidentes, conforme o √≥rg√£o.

A PRF, que fiscaliza cerca de 10 mil quil√īmetros de malha vi√°ria na Bahia, disse que de 2017 para 2018, houve uma queda de 22,30% das mortes nas rodovias federais da Bahia. Em 2017, foram 583 √≥bitos.

O ano de 2018 se destacou com os menores índices desde 2000, ano em que se iniciou a computação de dados de acidentes nas rodovias federais pela PRF na Bahia.

Até então, o ano menos violento havia sido o de 2017, quando 583 mortes foram contabilizadas. O pico de vítimas fatais ocorreu em 2012 (850).

A PRF diz que, com os n√ļmeros de 2018, est√° se aproximando da meta proposta pela ONU, de redu√ß√£o de 50% das v√≠timas fatais em dez anos (2011 a 2020). Na Bahia, em 2010, foram registrados 813 v√≠timas fatais nas rodovias federais.

Quando comparado aos n√ļmeros de 2018 (453), a PRF na Bahia j√° atingiu a redu√ß√£o de 45% no n√ļmero de v√≠timas fatais.


30 de janeiro de 2019
Chapada Diamantina

Buraqueira tira a paciência de motoristas e causa danos e acidentes na BA-142 entre Tanhaçu e Ituaçu

Foto: Informe Barra

Apesar das promessas do Governo do Estado, de que a recuperação da BA-142, que liga os municípios de Tanhaçu a Andaraí teria início no segundo semestre de 2018, até o momento nada aconteceu. A notícia da reconstrução da estrada foi passada pelo próprio Superintende de Infraestrutura da Bahia, Dr. Saulo Pontes, que na época, realizou uma audiência com candidatos a deputados e lideranças políticas da região.

Vale ressaltar que a BA-142 é uma importante via de escoamento de tudo que é produzido na região e ainda é portal de entrada para grande parte dos turistas que visitam a Chapada Diamantina.

Foto: Informe Barra

Nossa reda√ß√£o conversou com alguns motoristas a beira da referida rodovia, nos quais relataram, revoltados, que os problemas causados pelos buracos s√£o muito grandes, podendo ocasionar graves acidentes e gerando danos aos ve√≠culos de pequeno e grande porte. ‚ÄúO governo deveria se sensibilizar, porque √© dessa regi√£o que sai o sustento de muita gente, sem falar no risco que √© trafegar por aqui, desviando dos buracos com caminh√Ķes, correndo risco de atingir um ve√≠culo pequeno e causar uma trag√©dia‚ÄĚ, disse um dos trabalhadores.

Outro motorista que mora na regi√£o relatou ao Informe Barra que: ‚ÄúNa √©poca de campanha houve muita gente prometendo recuperar a rodovia, agora n√£o se v√™ mais ningu√©m. Nossa regi√£o tem representa√ß√Ķes pol√≠ticas na c√Ęmara e √© obriga√ß√£o deles interceder pela popula√ß√£o nesse sentido‚ÄĚ.

Durante a campanha eleitoral de 2018, a superintendência chegou a afirmar que a reconstrução da BA-142 era prioridade para o Governo do Estado e que a estrada já está incluída no Programa de Restauração e Manutenção de Rodovias do Estado da Bahia (PREMAR 2), mas até agora, nem sinal das obras.

Informe Publicit√°rio


3 de janeiro de 2019
Bahia

Oito pessoas morrem em acidentes nas rodovias baianas; PM conclui Operação Réveillon

No total, 6.789 veículos foram abordados nas rodovias baianas, sendo que 1485 foram autuados e houve o registro de 34 acidentes.

A Polícia Militar da Bahia, através das Unidades de Policiamento Rodoviário, concluiu nesta quarta-feira (2), a Operação Réveillon 2018, iniciada no dia 29 de dezembro. No total, 6.789 veículos foram abordados nas rodovias baianas, sendo que 1485 foram autuados e houve o registro de 34 acidentes, tendo oito vítimas fatais, 12 vítimas graves e 10 vítimas leves. Não é possível analisar um comparativo com os dados do ano passado, pois a operação aconteceu durante dois dias, metade do período em relação a este ano.

No per√≠odo do feriado prolongado, as (CIPRVs) de Itabuna, Barreiras e Brumado e o Batalh√£o de Pol√≠cia Rodovi√°ria contaram com o aumento do efetivo policial e intensifica√ß√£o das a√ß√Ķes de preven√ß√£o de acidentes nas estradas, fiscaliza√ß√£o de documentos de porte obrigat√≥rio, de ingest√£o de bebida alco√≥lica, de velocidade com o uso de radares, bem como abordagem policial, no enfrentamento ao tr√°fico de armas, drogas e de pessoas.


19 de novembro de 2018
Bahia

PRF registra 39 acidentes com duas mortes durante feriado prolongado em rodovias da Bahia

Foto: Divulgação PRF

Trinta e nove acidentes com duas mortes e 50 feridos foram registrados nas estradas federais que cortam a Bahia durante o feriado prolongado, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (19) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Com rela√ß√£o ao n√ļmero de √≥bitos em ocorr√™ncias graves, conforme o √≥rg√£o, houve redu√ß√£o de 75% comparado ao mesmo per√≠odo do ano passado ‚ÄĒ em 2017, foram oito mortes. O n√ļmero de feridos caiu de 57 para 50 de um ano para o outro.

O n√ļmero total de acidentes tamb√©m caiu: houve uma redu√ß√£o de 20,41% comparada ao ano anterior, que teve 49 ocorr√™ncias.

Em relação aos acidentes graves, aqueles em que há, pelo menos, um ferido grave ou óbito, a retração foi de 33,33%: 12 em 2017 e 8 este ano.

Um dos acidentes com morte ocorreu no sábado, na BR-116, em Jequié, quando dois veículos colidiram frontalmente. A PRF diz que houve uma ultrapassagem indevida. O acidente resultou na morte de um idoso de 70 anos.

O outro acidente com óbito ocorreu no domingo, na BR-242, em Itaberaba, também por colisão frontal.


Tags:
26 de junho de 2018
Bahia

S√£o Jo√£o: PRE registra 22 acidentes e 6 mortes nas rodovias baianas

Foto: Reprodução

Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (PRE), da PM-BA, registrou 22 acidentes, com 6 mortes nas rodovias baianas durante o São João. O balanço parcial da operação feira no período festivo foi divulgado nesta segunda-feira (25). A ação segue até o dia 29 de junho, quando é comemorado o São Pedro.

Segundo a PM, houve uma redução de 60% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registados 55 acidentes e os festejos juninos também ocorreram no final de semana.

Dos 22 acidentes registrados 17 envolveram vítimas. Destas, cinco ficaram em estado grave, oito com ferimentos leves e seis morreram.

 

Conforme a PM, equipes do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) e das Companhias Independentes de Policiamento Rodoviário abordaram 9.451 pessoas e 5.226 veículos. Foram recolhidas 125 Carteiras Nacional de Habilitação (CNH) e apreendidos 38 Certificados de Registro de Licenciamento de Veículo (CRLV), além de 117 veículos retidos e 1.090 autos de infração foram extraídos.

A PM capturou 711 imagens, atrav√©s de radar, que mostram ve√≠culos excedendo a velocidade permitida na via. Ainda nas a√ß√Ķes de fiscaliza√ß√£o, mais de mil pessoas foram submetidas ao teste com etil√īmetros para verificar o uso de bebida alco√≥lica, destas 121 se recusaram a fazer o exame e seis acusaram como positivo. (G1 BA)


2 de maio de 2018
Bahia

Policiamento rodovi√°rio preserva vidas no feriad√£o

Foto: Divulgação SSP

A malha rodovi√°ria estadual registrou uma melhora significativa dos √≠ndices de produtividade e na diminui√ß√£o do registro de acidentes de tr√Ęnsito durante os quatro dias de mobiliza√ß√£o da Opera√ß√£o Dia do Trabalhador.

Foram contabilizadas abordagens a 11.804 pessoas e a 4.880 ve√≠culos, sendo extra√≠dos 2.933 autos de infra√ß√£o de tr√Ęnsito (AIT), 28 remo√ß√Ķes de carros, 65 recolhimentos de Carteiras Nacionais de Habilita√ß√£o (CNH) e nove recolhimentos de Certificado de Registro e Licenciamento de Ve√≠culos (CRLV).

Tamb√©m foram flagrados cinco condutores por consumo de √°lcool na dire√ß√£o de ve√≠culos com o uso do etil√īmetro e outros 25 autuados pela recusa na realiza√ß√£o do teste.

Apesar de em 2018 o feriado prolongado ter a dura√ß√£o de quatro dias em compara√ß√£o a 2017 com tr√™s, os acidentes de tr√Ęnsito apresentaram importante redu√ß√£o. Houve registro de 18 e contabilizados 15 feridos leves, seis graves e tr√™s v√≠timas fatais.

Comparativamente, esses n√ļmeros apresentam uma redu√ß√£o de 45% (33, em 2017) em rela√ß√£o ao total de acidentes, 21% (19) no n√ļmero de feridos considerados leves, 25% (8) nos feridos tidos graves e uma diminui√ß√£o de 50% (6) em mortes.


28 de outubro de 2016
Notícias

Estudos apontam que custos com acidentes chegam a R$ 295 bilh√Ķes por ano

Foto: Informebarra.com.br

Foto: Informebarra.com.br

Os acidentes de tr√Ęnsito s√£o a primeira causa de morte na faixa et√°ria de 15 a 29 anos, sendo que os homens representam 80% do total de √≥bitos. Os dados s√£o da Organiza√ß√£o Mundial de Sa√ļde (OMS) e fazem parte de um estudo encomendado pela Secretaria de Pol√≠ticas de Previd√™ncia Social √† ¬†Fapetec (Funda√ß√£o de Apoio √† Pesquisa, Ensino, Tecnologia e Cultura).

‚ÄúEsse √© um problema mundial, mas no Brasil h√° uma alta frequ√™ncia, alta gravidade e atinge mais os jovens; isso gera um grande impacto na Previd√™ncia, pois, em fun√ß√£o de algum grau de incapacidade, receber√£o benef√≠cios por um longo per√≠odo e deixar√£o de contribuir para o sistema‚ÄĚ, explicou o diretor do Departamento de Sa√ļde e Seguran√ßa Ocupacional (DPSSO), Marco P√©rez.Continue lendo…


Tags: