Tag: Bolsonaro/
-------- PUBLICIDADE --------



28 de maio de 2020
Notícias

Bolsonaro tem reprovação de 43% e aprovação de 33%, diz Datafolha

Foto: Reprodução

Segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (28), a  rejei√ß√£o ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cresceu no √ļltimo m√™s, conforme publicado Folha de S. Paulo. Os dados da pesquisa indicam que Bolsonaro √© considerado ruim ou p√©ssimo por 43% dos entrevistados, √≥timo ou bom por 33% e regular por 22%. N√£o souberam ou preferiram n√£o responder 2%. O levantamento ouviu 2.069 pessoas maiores de idade na segunda-feira (25) e na ter√ßa-feira (26). As entrevistas foram feitas por telefone. A margem de erro da pesquisa √© de dois pontos percentuais. O levantamento anterior do Datafolha, de 27 de abril, trazia Bolsonaro avaliado como ruim ou p√©ssimo por 38% dos entrevistados, √≥timo ou bom tamb√©m com 33% e regular por 26%. N√£o souberam ou n√£o responderam 2%.


10 de julho de 2019
Bahia

Bolsonaro virá a Bahia inaugurar novo aeroporto em Vitória da Conquista

Foto: Divulgação

Jair Bolsonaro (PSL) marcou sua primeira visita √† Bahia ap√≥s a elei√ß√£o. O presidente desembarca no pr√≥ximo dia 23 de julho em Vit√≥ria da Conquista para a inaugura√ß√£o do novo aeroporto Glauber Rocha, no munic√≠pio do sudoeste baiano. A informa√ß√£o foi confirmada pelo Minist√©rio da Infraestrutura ao Bahia Not√≠cias. 

O novo terminal, que substituir√° o antigo aeroporto Pedro Otac√≠lio Figueiredo, tem 93,47% de recursos do governo federal. Ao todo, a Uni√£o aplicou R$ 76 milh√Ķes dos R$ 81 milh√Ķes totais do equipamento. 


26 de abril de 2019
Brasil

Bolsonaro retira sigilo banc√°rio de opera√ß√Ķes com recursos p√ļblicos

Foto: Divulgação

O governo vai retirar o sigilo banc√°rio das opera√ß√Ķes de cr√©dito envolvendo recursos p√ļblicos federais, inclusive em transa√ß√Ķes com estados, munic√≠pios, al√©m de autarquias e funda√ß√Ķes da administra√ß√£o p√ļblica. √Č o que define um parecer da Advocacia-Geral da Uni√£o (AGU) ratificado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (25) durante transmiss√£o ao vivo em sua p√°gina no Facebook. Participaram da transmiss√£o o advogado-geral da Uni√£o, Andr√© Luiz Mendon√ßa, o ministro da Educa√ß√£o, Abraham Weintraub, o l√≠der do governo na C√Ęmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), e o secret√°rio da Aquicultura e Pesca, Jorge Seif.

“N√≥s temos que ser transparentes. Quantas vezes eu falei de caixa preta do BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econ√īmico e Social]? Tem melhorado o BNDES? Tem melhorado sim, mas n√≥s queremos algo que seja aberto a toda administra√ß√£o p√ļblica. N√£o pode mais ter aquela hist√≥ria de que esse minist√©rio, esse banco ofical ou essa estatal n√£o pode [abrir os dados]”, disse Bolsonaro, ao assinar o parecer.  

Segundo o advogado-geral da Uni√£o, o parecer cria efeito vinculante sobre toda a administra√ß√£o p√ļblica e dever√° ser observado pelos gestores. 

“Todos os √≥rg√£os de controle, Pol√≠cia Federal, tribunais de Conta, eles v√£o ter acesso livre ao dinheiro p√ļblico, ou seja, tem um dinheiro da Uni√£o que foi repassado ao BNDES , l√° para o munic√≠pio ou para o estado, esses √≥rg√£os de controle v√£o ter acesso livre. N√£o vai poder ser defendido que n√£o pode ter acesso por causa do sigilo banc√°rio. N√£o tem sigilo banc√°rio, a partir dessa assinatura, em rela√ß√£o ao dinheiro p√ļblico federal”, disse Andr√© Luiz Mendon√ßa.    

Continue lendo…


Tags:
11 de abril de 2019
Brasil

Bolsonaro assina projeto de lei sobre educação domiciliar

Foto: Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (11) projeto de lei que regula a educa√ß√£o domiciliar de crian√ßas e adolescentes, pr√°tica conhecida como homeschooling. Segundo o Pal√°cio do Planalto, o texto traz os requisitos m√≠nimos que os pais ou respons√°veis legais dever√£o cumprir para exercer essa op√ß√£o, tais como o cadastro em plataforma a ser oferecida pelo Minist√©rio da Educa√ß√£o (MEC) e a possibilidade de avalia√ß√£o.

Continue lendo…


19 de março de 2019
Brasil

Bolsonaro e Trump se re√ļnem hoje na Casa Branca

Foto: REUTERS/Erin Scott/Direitos reservados

O presidente Jair Bolsonaro vai se encontrar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na tarde de hoje (19), na Casa Branca. Eles se re√ļnem sozinhos, inicialmente, no Sal√£o Oval e, em seguida, haver√° uma conversa ampliada, incluindo as equipes dos governos do Brasil e dos Estados Unidos (EUA).

‚ÄúA expectativa [para o encontro] √© √≥tima. O presidente Trump j√° demonstrou, por meio da sua fidalguia na recep√ß√£o ao nosso presidente, nos colocando na Blair House, que esse encontro ser√° hist√≥rico para ambos os pa√≠ses‚ÄĚ, disse ontem (18) o porta-voz da Presid√™ncia da Rep√ļblica, Ot√°vio do R√™go Barros.

Bolsonaro e sua comitiva est√£o hospedados na Blair House, pal√°cio que faz parte do complexo da Casa Branca. No local j√° se hospedaram os presidentes Dilma Rousseff, Luiz In√°cio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso.

Bolsonaro viaja acompanhado por seis ministros: Ernesto Ara√ļjo (Rela√ß√Ķes Exteriores),¬†Paulo Guedes¬†(Economia), Sergio Moro (Justi√ßa e Seguran√ßa P√ļblica), Augusto Heleno (Gabinete de Seguran√ßa Institucional), Tereza Cristina (Agricultura), Marcos Pontes (Ci√™ncia e Tecnologia) e Ricardo Salles (Meio Ambiente).


Tags:
15 de janeiro de 2019
Brasil

Bolsonaro assina decreto que flexibiliza a posse de armas

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro assinou hoje (15), durante cerim√īnia no Pal√°cio do Planalto, o decreto que regulamenta o registro, a posse e a comercializa√ß√£o de armas de fogo no pa√≠s, uma das principais promessas de campanha do presidente da Rep√ļblica.

‚ÄúComo o povo soberanamente decidiu, para lhes resguardar o leg√≠timo direito √† defesa, vou agora, como presidente, usar esta arma‚ÄĚ, afirmou Bolsonaro, mostrando a caneta.

‚ÄúEstou restaurando o que o povo quis em 2005‚ÄĚ, acrescentou Bolsonaro mencionando o referendo realizado h√° 14 anos.

O decreto refere-se exclusivamente à posse de armas. O porte de arma de fogo, ou seja, o direito de andar com a arma na rua ou no carro não foi incluído no texto.

A assinatura do decreto ocorreu logo depois da reuni√£o ministerial coordenada por Bolsonaro todas as ter√ßas-feiras, √†s 9h, no Planalto, desde que assumiu o poder em 1¬ļ de janeiro.


4 de janeiro de 2019
Brasil

Presidente diz que alíquota do Imposto de Renda poderá ser reduzida

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (4) que o ministro da Economia, Paulo Guedes, deve anunciar a possibilidade de diminuir o teto da al√≠quota do Imposto de Renda da Pessoa F√≠sica, de 27,5% para 25%. “Porque o nosso governo tem de ter a marca de n√£o aumentar impostos”, afirmou.

Perguntado, Bolsonaro disse que o aumento do Imposto sobre Opera√ß√Ķes Financeiras (IOF) j√° foi assinado, mas “para quem tem opera√ß√£o fora”. Segundo ele, a medida foi necess√°ria “para poder cumprir uma exig√™ncia de um projeto aprovado [pelo Congresso] nesse sentido, como pauta bomba, contra a nossa vontade”. O presidente afirmou que “o percentual [de aumento] √© m√≠nimo, uma fra√ß√£o”.

Bolsonaro falou com a imprensa ap√≥s participar de cerim√īnia de transmiss√£o do comando da Aeron√°utica para o tenente brigadeiro do ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, na Base A√©rea de Bras√≠lia.


2 de janeiro de 2019
Brasil

Bolsonaro assina decreto que fixa salário mínimo em R$ 998 em 2019

Foto: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto em que estabelece que o sal√°rio m√≠nimo passar√° de R$ 954 para R$ 998 este ano. O valor j√° est√° em vigor a partir de hoje (1¬ļ). Foi o primeiro decreto assinado por Bolsonaro, que tomou posse nesta ter√ßa-feira. 

O decreto foi publicado em edi√ß√£o extra do Di√°rio Oficial da Uni√£o, assinado por Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes. 

O sal√°rio m√≠nimo √© usado como refer√™ncia para os benef√≠cios assistenciais e previdenci√°rios. O m√≠nimo √© corrigido pela infla√ß√£o do ano anterior, medida pelo √ćndice Nacional de Pre√ßos ao Consumidor (INPC) mais a varia√ß√£o do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos servi√ßos produzidos no pa√≠s) dos dois anos anteriores.

Jair Bolsonaro editou uma medida provis√≥ria que estabelece a organiza√ß√£o b√°sica dos √≥rg√£os da Presid√™ncia da Rep√ļblica e dos minist√©rios. Em outro decreto, o governo altera a organiza√ß√£o das entidades da administra√ß√£o p√ļblica federal indireta. Foram publicados tamb√©m os decretos de nomea√ß√£o dos novos ministros.


1 de janeiro de 2019
Brasil

Bolsonaro promete ‘tirar peso do governo sobre quem trabalha e produz’ e ‘restabelecer a ordem’ no pa√≠s

O novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e o novo vice-presidente, general Hamilton Mour√£o, erguem as m√£os ap√≥s discurso no parlat√≥rio do Pal√°cio do Planalto ‚ÄĒ Foto: Evaristo S√°/AFP

O presidente Jair Bolsonaro prometeu nesta ter√ßa-feira (1¬ļ), ao discursar no parlat√≥rio do Pal√°cio do Planalto ap√≥s receber a faixa presidencial do agora ex-presidente Michel Temer, “tirar o peso do governo sobre quem trabalha e produz” e “restabelecer a ordem” no pa√≠s .
Depois de garantir que o governo dele implementar√° as reformas necess√°rias para o Brasil avan√ßar, Bolsonaro afirmou que agora tem o desafio de “enfrentar os efeitos da crise econ√īmica”, o “desemprego recorde”, a “ideologiza√ß√£o” das crian√ßas, o “desvirtuamento dos direitos humanos” e a “desconstru√ß√£o da fam√≠lia”.
“Vamos propor e implementar as reformas necess√°rias. Vamos ampliar infraestrutura, desburocratizar, simplificar, tirar a desconfian√ßa e o peso do governo sobre quem trabalha e quem produz”, discursou o novo presidente aos apoiadores que lotavam a Pra√ßa dos Tr√™s Poderes para acompanhar o pronunciamento. (Informa√ß√Ķes do G1)


20 de novembro de 2018
Sa√ļde

Bolsonaro confirma Luiz Henrique Mandetta para Minist√©rio da Sa√ļde

Foto: Reprodução

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, confirmou hoje (20), na sua conta do Twitter, que o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), de 53 anos, vai assumir o Minist√©rio da Sa√ļde a partir de janeiro de 2019. Ortopedista pedi√°trico, Mandetta n√£o se candidatou √† reelei√ß√£o, portanto estar√° sem mandato no pr√≥ximo ano.

‚ÄúCom o apoio da grande maioria dos profissionais de sa√ļde do Brasil, anuncio como futuro Ministro da Sa√ļde, o doutor Luiz Henrique Mandetta‚ÄĚ, postou Bolsonaro no Twiter.

Bolsonaro disse que Mandetta ter√° de ‚Äútapar ralos‚ÄĚ, facilitando a vida das pessoas com pouco dinheiro em caixa. O futuro ministro chegou ao gabinete de transi√ß√£o no Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB) no in√≠cio da tarde para se reunir com Bolsonaro.

Mandetta tentou evitar a imprensa. Com a ajuda do deputado federal Efraim Filho (DEM-PB), o futuro ministro entrou com um grupo de assessores parlamentares.