Tag: conta/
-------- PUBLICIDADE --------
Mundo Animal Barra venc dia 04



18 de junho de 2020
Notícias

Corte de energia elétrica está proibido até 31 de julho

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) prorrogou até 31 de julho a resolução 878 que proíbe o corte de fornecimento de energia elétrica de quem não conseguiu pagar a conta de luz durante o período da pandemia do novo coronavírus. O objetivo é garantir a segurança na distribuição de energia por conta da pandemia.  A resolução, aprovada em 24 de março, venceria em 23 de junho.   A medida vale para residências urbanas e rurais, incluindo baixa renda, e também locais onde funcionam serviços e atividades consideradas essenciais, como unidades hospitalares e centros de hemodiálise. Até dia 31 de julho, segundo a Aneel, também está suspenso o atendimento presencial ao público. Nesse período, a Agência vai priorizar o atendimento telefônico das solicitações de urgência e emergência e intensificar o uso dos meios automáticos de atendimento. A medida é para preservar a saúde dos trabalhadores e da população. A Aneel também suspendeu até o final de julho os prazos para solicitação de ressarcimentos por danos em equipamentos; e a entrega da fatura mensal impressa aos consumidores. As faturas ou código de barras serão enviadas por meio de canais eletrônicos. A Agência Nacional de Energia Elétrica abriu consulta pública, por 15 dias, para debater com a sociedade como será realizada, de modo gradual, a volta da possibilidade de corte do fornecimento de inadimplentes a partir de primeiro de agosto.

Casa Nova – Banner


Tags:
27 de maio de 2020
Economia

Conta de luz será amenizada em meio a pandemia da Covid-19

Aneel manterá bandeira tarifaria verde até dezembro de 2020 – Foto: MME

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu manter a bandeira verde acionada até o dia 31 de dezembro deste ano. O anúncio foi feito nesta terça-feira (26), em  reunião da Diretoria do órgão. Trata-se de mais uma medida emergencial da Agência para aliviar a conta de luz dos consumidores e auxiliar o setor elétrico em meio ao cenário de pandemia da Covid-19. Os valores das bandeiras tarifárias são atualizados todos os anos e levam em consideração parâmetros como estimativas de mercado, inflação, projeção de volume de usinas hidrelétricas, histórico de operação do Sistema Interligado Nacional, além dos valores e limites do Preço de Liquidação das Diferenças (PLD). Em 10 de março – um dia antes do anúncio de pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) –, a Aneel havia proposto a discussão para o ciclo 2020/2021 dos valores adicionais. A proposta ficou em Consulta Pública no período de 12 de março a 27de abril. No entanto, os impactos da pandemia no consumo de energia e nas atividades econômicas alteraram de forma significativa os estudos e parâmetros utilizados na proposta da Agência. De acordo com análise dos técnicos da Aneel, que também levou em conta as contribuições à consulta pública, o cenário de redução de carga e as perspectivas de geração de energia tornam possível o acionamento da bandeira verde nos próximos meses. Além disso, os custos cobertos pelas Bandeiras Tarifárias estão contemplados na chamada Conta-Covid –  empréstimo ao setor elétrico feito junto a bancos públicos e privados, com o objetivo de aliviar os impactos da atual crise no setor elétrico. Assim, a Agência decidiu suspender o acionamento das bandeiras até o final do ano.

Banner Publicitário


Tags:
20 de maio de 2020
Bahia

Conta de luz na Bahia pode ser paga com cartão do auxílio emergencial

Foto: Cultura&Realidade

Através do Cartão Virtual da Caixa Econômica Federal, os beneficiários baianos  do auxílio emergencial do governo federal poderão, a partir desta terça-feira (19), pagar a conta de energia. De acordo com informações do G1, os beneficiários poderão pagar contas do mês vigente e também quitar dívidas anteriores. O pagamento é feito pelo site da Coelba. No site, o cliente deverá fazer login, selecionar as faturas que serão pagas e informar o número do cartão virtual de débito emitido por meio do aplicativo Caixa. Em seguida, é preciso selecionar a modalidade ‘débito’ para realização do pagamento – Pagamento com Cartão Virtual Caixa Elo – Benefício Emergencial. O processo é finalizado com emissão de um comprovante de pagamento. O cartão de débito virtual é disponibilizado gratuitamente aos correntistas da Caixa, emitido por meio do Internet Banking ou do aplicativo Caixa. Dúvidas sobre o funcionamento do cartão virtual da Caixa Econômica pode encontrar mais detalhes nos perfis oficiais do banco e por meio do site. A iniciativa também beneficia clientes baixa renda cadastrados na Tarifa Social que ultrapassem 220 kwh, limite de isenção da tarifa estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).