Tag: ssp/
-------- PUBLICIDADE --------



22 de maio de 2020
Bahia

SSP-BA atualiza ‘Baralho do Crime’; procurados são por tráfico de drogas e homicídios

Foto: Divulgação SSP/BA

Seis cartas do “Baralho do Crime”, da Secretaria da Pública da Bahia (SSP-BA), foram atualizadas com imagens de criminosos procurados pela polícia por tráfico de drogas e homicídios. A informação foi divulgada pelo órgão nesta quinta-feira (21). O “Baralho do Crime” é um catálogo que reúne informações dos foragidos mais perigosos do estado, como nome, apelido, área de atuação, além da foto. A divulgação tem o objetivo de contar com a ajuda de denúncias anônimas que possam colaborar na localização dos criminosos. Segundo a SSP, o novo ocupante da vaga de ‘Ás de Ouros’, João Ivan Oliveira Rodrigues, conhecido como ‘Meiquinho’ ou ‘Jota’, é procurado por homicídio. Ele atua no município de Camaçari, região metropolitana de Salvador (RMS).


Tags:
16 de abril de 2019
Bahia

Ataques a bancos têm menor média dos últimos seis anos na Bahia

Foto: Divulgação SSP

De 22,2 casos por mês para 5,3. Esta foi a escala de redução dos casos de ataques a instituições financeiras, levando em conta os três primeiros meses do ano, de 2014 até 2019. Este ano tem apresentado a menor média/mês desde 2014.

Ao comparar os registros de 2019 e 2018, no trimestre, a redução é de 33,3%, passando de 24 casos no ano passado para 16 este ano. A prisão 30 pessoas de quadrilhas especializadas nesta modalidade de crime e o trabalho conjunto das Polícias Civil e Militar, unidos às ações de inteligência têm contribuído para o alcance dos índices, os menores dos últimos anos.

Continue lendo…


Tags:
3 de outubro de 2018
Bahia

Polícia passará a ter acesso a roteiros de carros-fortes

Foto: Divulgação SSP

O fornecimento do roteiro dos carros-fortes para munir a polícia baiana de informações que auxiliem na adoção de medidas preventivas foi uma das decisões acertadas na manhã desta quarta-feira (3), durante reunião entre a cúpula da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e representantes de empresas de transporte de valores que atuam no estado. Presidida pelo subsecretário da SSP, Ary Pereira de Oliveira, o encontro também contou com autoridades das polícias Militar e Civil.

Reivindicação antiga das forças de segurança, a disponibilização das rotas, do perfil e quantidade de valores transportados, entre outras informações, são consideradas fatores importantes para ajudar no estabelecimento de ações preventivas e repressivas no combate a quadrilhas especializadas em roubo de valores.

“Já temos boa parte das quadrilhas que atuam neste ramo identificada, inclusive as envolvidas nas últimas ocorrências. As polícias Militar e Civil têm executado um belo trabalho no combate aos ataques contra agências bancárias, alcançando a redução de 29% nos registros em relação ao ano passado e nos casos envolvendo transporte de valores não vai ser diferente”, garantiu Oliveira.

O uso da tecnologia também foi destacado como forma de prevenção. As imagens das bases de onde partem os carros de transporte de valores passarão a ser compartilhadas com a SSP.


1 de novembro de 2017
Bahia

SSP apresenta ações de combate a roubo a bancos na Bahia

Foto: Informe Barra

Em ações de combate a roubo a bancos, oito quadrilhas desarticuladas, 64 armas apreendidas, queda de 77 para 73 (decréscimo de 5,2%) nos casos de ocorrências tentadas e consumadas e 69 pessoas presas, no período de janeiro a setembro desse ano. Esses foram os números apresentados pelos representantes da Secretaria da Segurança Pública (SSP), durante audiência pública, nesta terça-feira (31), na Assembleia Legislativa da Bahia.

Somente no quesito armas, as operações policiais conseguiram um aumento de 77,8% nas apreensões, passando de 36 em 2016, para 64 em 2017, com destaque para o acréscimo de fuzis, que saltou de cinco em 2016 para 14 esse ano. “Esses resultados refletem o trabalho dos nossos policiais e a interação das forças de segurança”, afirmou o diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Polícia Civil, delegado Marcelo Sansão, que ainda sugeriu, para o próximo encontro, a presença do Exército, de fabricantes de explosivos e de proprietários de mineradoras.

Já o coronel Paulo Uzeda, comandante de operações da PM, destacou o enfrentamento realizado pelas Companhias Independentes de Policiamento Especializado (Cipe) e também pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope). “O trabalho de inteligência é fundamental para combater essas quadrilhas, que são muito bem preparadas”, ressaltou.

Continue lendo…


Tags: