Tag: testes/
-------- PUBLICIDADE --------
Casa Nova banner atual
Susy Zanfreta Banner atual com mais tempo de transição



29 de junho de 2020
Saúde

Brasil anuncia acordo para produção de vacina contra Covid-19

O Ministério da Saúde anunciou o avanço no acordo de cooperação Brasil – Reino Unido para a produção de vacinas contra a Covid-19 e a transferência de tecnologia para o País. A informação foi dada durante coletiva de imprensa, neste sábado (27), no Palácio do Planalto. De acordo com o secretário-executivo da Saúde, Elcio Franco, o Governo Federal enviou resposta à embaixada Britânica e ao presidente do laboratório AstraZeneca aceitando a proposta de acordo de cooperação no desenvolvimento tecnológico e acesso do Brasil à vacina para Covid-19. Pelo acordo, estão previstas a compra de lotes da vacina e a transferência de tecnologia. Elcio ressaltou que o desenvolvimento da chamada vacina de Oxford está em estado avançado e a vacina se mostra como uma das mais promissoras do mundo. “Isso coloca o Brasil numa situação de liderança mundial contra essa pandemia”, afirmou. Ele explicou também que a transferência de tecnologia vai além do reconhecimento mundial brasileiro, pois possibilita a autonomia do País na produção. “Com a transferência da tecnologia teremos autonomia na produção”.  Segundo o Ministério da Saúde, a previsão é de que as primeiras doses sejam disponibilizadas em dezembro deste ano e janeiro de 2021. A pasta explicou que, por essa razão, o acordo é dividido em duas fases. O ministério assumiu o risco da compra dessas primeiras doses (30 milhões de doses) mesmo sem demonstrada a eficácia. “O risco é necessário por conta do momento que vivemos e da urgência que temos da retomada de crescimento do País e de segurança pública”.  Assim, a segunda fase do acordo prevê a encomenda de mais lotes (70 milhões de doses), no entanto isso vai depender da comprovação da eficácia e segurança da vacina para a população brasileira. Momento em que será disponibilizado para todo o País, priorizando os grupos de risco – idosos e pessoas com comorbidades, como problemas no coração, diabetes, obesidade e outras doenças.  A vacina é desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca, sendo uma das mais promissoras no mundo. No Brasil, a tecnologia será desenvolvida pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), fundação do Ministério da Saúde.


Tags:
12 de junho de 2020
Bahia

Ituaçu: Profissionais de saúde são testados e recebem protetores faciais na luta contra a Covid-19

Foto: Reprodução Vídeo/ Informe Barra

A Prefeitura Municipal de Ituaçu, a fim de dar maior suporte e segurança aos profissionais de saúde que estão dedicados e atuando na linha de frente no combate a Covid-19, realizou a testagem de todos os profissionais e entregou aos mesmos protetores faciais, para que o trabalho seja realizado com a máxima segurança. “Esta é mais uma ação do prefeito Adalberto e da Secretaria de Saúde no enfrentamento desse vírus. Cuidar de quem cuida do próximo, essa é a nossa missão. Obrigado aos profissionais de saúde”, ressaltou a administração municipal.


27 de maio de 2020
Bahia

Defensoria pede que todos os presos da Bahia sejam testados para a covid-19

Foto: Informe Barra

A Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE Bahia) solicitou que a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia  (Sesab) e à Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) analisem a possibilidade de testagem para covid-19 de todos os internos do sistema prisional do estado. Também foi solicitada à Seap análise da viabilidade de adoção de medidas com a finalidade de garantir materiais de limpeza e higiene pessoal, antes fornecidos pelos familiares, aos custodiados e custodiadas do Estado da Bahia. De acordo com informações do Correio da Bahia, o defensor público geral do Estado, Rafson Saraiva Ximenes, disse que, nos ofícios, foi apurado em inspeções realizadas recentemente que medidas de prevenção ao coronavírus estão sendo adotadas na entrada principal do Complexo da Mata Escura e com a saúde dos agentes de ressocialização e policiais penais. Entretanto, os internos não estão passando por testagem regular, tampouco medidas excepcionais de higiene local e pessoal foram adotadas. A DPE considera que essas medidas são consideradas importantes para preservar a saúde e evitar o perigo de contágio pelos internos e agentes públicos do sistema prisional baiano, Em Itabuna, após diálogo da Defensoria com a direção do Conjunto Penal, a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizou a realização de testes para todos os internos daquela unidade Ofícios neste sentido foram protocolados pelo defensor público geral do estado, Rafson Saraiva Ximenes, após inspeção realizada em Salvador pelo defensor público Maurício Saporito, que coordena a Especializada Criminal e Execução Penal, e em Itabuna, pela defensora pública Priscilla Renaldy. Anterior às inspeções, a Ouvidoria-geral da Defensoria Pública havia recebido pedidos de familiares de internos neste sentido, uma vez que estão impossibilitados de visitas desde a suspensão das mesmas, em 18 de março. Na avaliação do defensor-geral, se essa pandemia é terrível para todas as pessoas, a chegada do Coronavírus nas unidades prisionais é totalmente trágica, porque não há escapatória pra quem está preso.  Como não há como fazer o isolamento, não há como se prevenir.


Tags:
18 de maio de 2020
Notícias

Covid-19: primeira vacina testada em humanos tem resultado positivo

Informe Barra

Foto: Thilo Schmuelgen/Reuters

Os primeiros testes em humanos de uma vacina para Covid-19 chegaram a resultados positivos, diz a empresa americana de biotecnologia Moderna, responsável pelo desenvolvimento do produto. De acordo com informações da Revista Veja, nesta segunda-feira, 18, a organização afirmou que as oito primeiras pessoas imunizadas com duas doses do fármaco apresentaram resposta imunológica ao vírus semelhante à produção de anticorpos que ocorre no sangue de pacientes já recuperados da doença. O grupo de voluntários saudáveis que recebeu a imunização desde março não apresentou efeitos colaterais graves. A empresa afirmou que a vacina está seguindo um rápido cronograma de estudos. A segunda fase da testagem, com 600 pessoas, iniciará em breve. Em julho, está previsto o início de uma etapa ainda maior, com milhares de voluntários saudáveis. Se os testes forem positivos, a vacina poderá ficar disponível para uso generalizado até o final deste ano ou início de 2021, disse Tal Zaks, diretor médico da empresa ao jornal The New York Times. A empresa afirma estar trabalhando para alcançar o maior número possível de doses do produto. Com o otimismo alavancado pela descoberta inicial positiva, o mercado de ações americano teve alta nas bolsas nesta segunda-feira, o que refletiu no mercado brasileiro. Por volta das 11h da manhã, o Ibovespa apresentava alta de 3,3% e marcava 80.116 pontos.


Tags: