Tag: Whatsapp/
-------- PUBLICIDADE --------
Mundo Animal Barra venc dia 04
Casa Nova banner atual



13 de outubro de 2020
Notícias

Eleições 2020: Conheça o ‘Tira-Dúvidas Eleitoral no WhatsApp’, assistente virtual da Justiça Eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou o “Tira-Dúvidas Eleitoral no WhatsApp”, um chatbot – assistente virtual – criado em parceria com o aplicativo de mensagens para facilitar o acesso do eleitor a informações relevantes sobre as Eleições Municipais de 2020. Trata-se da primeira parceria do tipo para o WhatsApp com uma autoridade eleitoral no mundo. A ferramenta foi desenvolvida gratuitamente pela empresa Infobip, um dos principais provedores de serviços para negócios no aplicativo. O bot, como também é chamado, é resultado de um novo acordo de cooperação entre o órgão e a plataforma para reforçar o combate à desinformação durante o período eleitoral. Para conversar com o assistente virtual, basta acessar a câmera do seu celular e apontá-la para o QR Code na imagem acima, ou adicionar o telefone +55 61 9637-1078 à sua lista de contatos, ou através do link wa.me/556196371078. O canal automático do TSE traz diversos assuntos de interesse do eleitor, que vão desde informações sobre dia, horário e local de votação até dicas para mesários. Respostas às perguntas mais recebidas pela Justiça Eleitoral também integram as funcionalidades disponibilizadas no bot. O assistente virtual oferece ainda um serviço voltado exclusivamente ao esclarecimento de notícias falsas envolvendo o processo eleitoral brasileiro: o “Fato ou Boato?”. Ao selecionar o tópico, o usuário pode acessar alguns conteúdos desmentidos por agências de checagem de fatos, desmistificar os principais boatos sobre a urna eletrônica ou assistir a vídeos do biólogo e divulgador científico Átila Iamarino com dicas de como identificar conteúdos enganosos disseminados por meio da internet durante a pandemia de Covid-19. O principal objetivo da ferramenta é facilitar o acesso do cidadão à Justiça Eleitoral, de modo que todos possam se informar para votar com segurança em novembro.

Casa Nova – Banner


22 de setembro de 2020
Bahia

Embasa lança mais um canal para atendimento à população

Foto: Informe Barra

O atendimento da Embasa ganhou mais um canal de acesso para facilitar a vida de quem precisa de algum serviço da empresa. Pelo aplicativo WhatsApp, no número 71 99908-9001, o usuário dos serviços da Embasa pode consultar débitos, emitir segunda via de conta, pagar com cartão de crédito, comunicar vazamento de água e extravasamento de esgoto, informar falta de água, pedir revisão de conta, além de consultar solicitações feitas em outros canais de atendimento, como a Agência Virtual, o App Embasa, o 0800 0555 195 ou os pontos de atendimento presencial que voltaram a funcionar na rede SAC no interior do estado. Para acessar o atendimento por Whatsapp, é necessário informar o número de matrícula da ligação de água/esgoto, que consta no canto superior esquerdo da conta. O serviço está disponível em toda a área de atuação da empresa, que abrange 368 municípios baianos, e está disponível 24 horas, assim como os outros canais de atendimento.

Casa Nova – Banner


Tags:
14 de maio de 2019
Brasil

Usuários de smartphone devem atualizar WhatsApp, orienta empresa

Foto: Divulgação

O WhatsApp divulgou hoje (14) recomendações a usuários para que atualizem o aplicativo em seus smartphones. O motivo da orientação diz respeito a uma falha na segurança que teria permitido o acesso de hackers e a instalação de pequenos programas maliciosos (spywares) para coletar informações dos usuários.

A ação teria utilizado um software de espionagem semelhante aos desenvolvidos pela empresa israelense NSO Group, que comercializa soluções deste tipo junto a governos. Por meio do programa, os hackers teriam como acessar informações dos smartphones dos usuários de forma remota.

Continue lendo…


1 de março de 2019
Notícias

Polícia Rodoviária disponibiliza Whatts App para motoristas

Foto: PRF/Divulgação

Neste Carnaval 2019, o Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) da Polícia Militar disponibiliza um canal de comunicação para os motoristas que vão pegar estrada, através do número (71) 99963-2312, além de distribuir panfletos e folders com dicas de segurança para uma viagem tranquila e sem sustos..

O tenente-coronel Jarbas Oliveira, comandante da unidade especializada, afirmou que os condutores podem, por exemplo, comunicar acidentes nas rodovias por este zap e explica ser importante uma manutenção preventiva do veículo antes de pegar a estrada, observando, principalmente, itens de segurança, como pneus, freios e amortecedores.Continue lendo…


21 de janeiro de 2019
Chapada Diamantina

Whatsapp Denúncia ajuda Cipe Chapada a prender traficante com armas e drogas

Foto: Divulgação Cipe Chapada

A partir de uma denúncia do “Zap Denúncia” da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe Chapada), uma guarnição da unidade localizou Lucas Santos Nunes e Vinicius Barbosa dos Santos com drogas e um simulacro de pistola no município de Macajuba, neste sábado (19).

De acordo com o major Ricardo Passos, comandante da unidade, assim que os policiais chegaram ao loteamento João Pereira, no referido município, Lucas, conhecido como Cabeça, tentou fugir, mas foi alcançado e detido pelos PMs. Em seu quarto foi encontrado uma quantidade de maconha e cocaína.

Após essa prisão, a guarnição deslocou até a residência do comparsa de Cabeça, e na casa de Vinicius, foram encontrados mais drogas, um caderno de anotações do tráfico e material para embalagem de entorpecentes.

As 131 trouxas de maconha, 21 pinos de cocaína, o simulacro de arma de fogo, R$ 234 reais e objetos possivelmente trocados por drogas, como um relógio, três celulares e uma pulseira de ouro foram entregues na Delegacia Territorial de Itaberaba. Lucas Santos Nunes e Vinicius Barbosa dos Santos também foram apresentados na mesma unidade.

Foto: Divulgação


21 de janeiro de 2019
Entretenimento

WhatsApp limita reenvios de mensagens a 5 destinatários

Foto: Divulgação

O aplicativo de conversas WhatsApp está limitando para cinco o número de vezes que um usuário pode reenviar um texto, em uma tentativa de combater disseminação de informações falsas e rumores, afirmaram executivos da companhia nesta segunda-feira (21).

Os usuários de dispositivos Android receberão a atualização primeiro, a partir desta segunda, e depois o novo limite também será disponibilizado para aparelhos Apple.

Anteriormente, um usuário do WhatsApp poderia reenviar uma mensagem para 20 outros usuários ou grupos, independentemente do número de pessoas que existam no grupo. O limite de pessoas em um grupo do WhatsApp é 256. Com a nova medida do aplicativo, ainda é possível encaminhar uma mensagem para 5 grupos, por exemplo.

O limite de cinco reenvios expande para nível global uma medida que o WhatsApp colocou em prática na Índia em julho, depois da disseminação de rumores em mídias sociais que levaram a assassinatos e tentativas de linchamento.


18 de outubro de 2018
Brasil

WhatsApp esvazia debate na campanha eleitoral deste ano

Foto: Informe Barra

As eleições presidenciais de 2018 inauguraram uma nova maneira de se fazer campanha no Brasil, conforme os especialistas ouvidos pela Agência Brasil. O horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão perdeu a atenção quase exclusiva dos eleitores, que também não seguem mais seus candidatos em carreatas ou passeios públicos – mas em espaços virtuais fidelizados como os perfis dos políticos nas redes sociais.

“É quase uma não campanha”, considera o cientista político Malco Camargos, professor da PUC Minas. “O elemento novo são as redes sociais”, assinala a diretora-executiva do Ibope, Marcia Cavallari. “É um fenômeno novo, ainda em teste”, opina Beatriz Martins, autora do livro Autoria em Rede: os novos processos autorais através das redes eletrônicas.

Com essas mudanças, o debate público ficou esvaziado. Em vez da discussão de propostas sobre geração de emprego, atendimento à saúde, qualidade do ensino, transporte ou segurança pública, eleitores usam seu tempo compartilhando memes com supostos atributos do seu candidato ou com defeitos do oponente.

“As mensagens correm em grupos fechados, dentro das bolhas. Esse ambiente não se caracteriza como espaço público. Não há oportunidade de contraditório”, descreve Beatriz Martins. Nem sempre os conteúdos repassados são comprovados.

Familiares, amigos e colegas de trabalho se tornaram cabos eleitorais engajados, compartilhando inúmeras mensagens por dia, por vezes falsas, como atesta avaliaçãode 347 grupos de WhatsApp feita pelos professores Pablo Ortellado (USP), Fabrício Benvenuto (UFMG) e a Agência Lupa de checagem de fatos. O estudo mostra que entre as imagens mais compartilhadas apenas 8% podem ser classificadas como verdadeiras.


28 de março de 2017
Mundo

WhatsApp dará dois minutos para usuário se arrepender e ‘cancelar’ mensagem

Novidade

O WhatsApp continua testando a possibilidade de permitir aos usuários o cancelamento do envio de uma mensagem, oferecendo uma chance para de evitar que uma publicação constrangedora chegue ao destinatário. A empresa já desenvolve a ferramenta há alguns meses, mas agora reduziu o período em que é possível “revogar” o envio.

Quando o recurso foi conhecido inicialmente, o WhatsApp pensava em dar até 29 minutos para que o usuário deletasse o post, mas agora esse período se transformou em apenas 2 minutos, como informa o perfil WABetaInfo, que acompanha e destrincha as atualizações do aplicativo atrás de novidades.Continue lendo…


Tags:
15 de novembro de 2016
Mundo

WhatsApp libera chamada de vídeo a todos os usuários; saiba usar

Chamadas de vídeo

Chamadas de vídeo

Depois de quase um mês testando o recurso, o WhatsApp está liberando as videochamadas para todos os usuários, em todos os sistemas operacionais. “Dentro dos próximos dias, mais de um bilhão de usuários do WhatsApp poderão fazer chamadas de vídeo nas plataformas Android, iPhone e Windows Phone”, diz texto publicado no blog da empresa. Ou seja, a novidade está chegando gradualmente.

Para fazer as chamadas com vídeo, é preciso ir na aba chamadas, ir em contatos, selecionar o amigo com quem deseja falar e apertar o ícone em formato de filmadora. Durante a chamada, é possível alternar entre as câmeras frontal e traseira e silenciar a chamada.

O recurso só funciona se o contato em questão também já esteja com a nova versão do WhatsApp. Se não for o caso, a pessoa vai receber uma mensagem de erro: “Chamada não completada. Não foi possível realizar a chamada. O usuário precisa atualizar o WhatsApp para receber chamadas de vídeo”.

“Nosso objetivo é de que este recurso esteja disponível indiscriminadamente para todos, e não somente para aquelas pessoas que podem comprar aparelhos mais caros ou que residam em um país com excelente serviço de cobertura de telefonia celular”, completa o WhatsApp. (Informações do Correio24horas)


1 de julho de 2016
Brasil

Justiça bloqueia R$ 19,5 milhões do Facebook por Whatsapp não cooperar com investigações

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A Justiça Federal de Londrina, no Paraná, determinou o bloqueio de R$ 19,5 milhões das contas do Facebook, dono do aplicativo Whatsapp, por descumprir uma decisão judicial. De acordo com informações noticiadas em alguns sites brasileiros, o Whatsapp teria se recusado a liberar dados de mensagens de traficantes investigados pela Polícia Federal na operação Quijarro. A operação foi deflagrada na última quarta-feira (29), pela Polícia Federal, em três estados e prendeu uma organização criminosa de tráfico internacional de drogas. A decisão atinge o Facebook porque o Whatsapp não tem conta bancária nem representante legal no Brasil. O aplicativo já foi bloqueado por duas vezes no país, sob acusação de não colaborar com investigações criminais. A decisão, desta vez, não bloqueia o serviço para os usuários, e o valor bloqueado é referente a multas não pagas pelo aplicativo. O WhatsApp, nas duas vezes em que o aplicativo ficou impedido de funcionar, informou que não armazena conversas dos usuários e que não tem como entregar dados à Justiça. Desde o mês de abril, as conversas no Whatsapp são criptografadas, para que as mensagens sejam acessadas apenas pelo remetente e o destinatário.

Fonte: Bahia Noticias


Tags: